Música Cinema Teatro Literatura Moda Roteiros

Recentemente apresentamos aqui a cantora e compositora Manaia, com seu single “Baby”, agora, a carioca lança seu primeiro álbum “Na Borda”. Com uma voz intrigante, sedutora em um estilo pop rock, as composições de Manaia marcam nove faixas de seu álbum de lançamento, distribuido pela digital Altafonte e com direção de produção artística da Uno Criativo. Apesar de trabalhar com uma equipe, Manaia é uma artista independente de gravadora.

Manaia é uma cantora de personalidade forte, não é atoa que seu nome tem o significado de um anjo-guardião ancestral, que equilibra o céu (espiritualidade), a terra (o ser) e o mar (as emoções). Em suas canções ela busca representar suas emoções sempre a flor da pele e cheia de expectativas com essa vida agitada do século 21. Ela começou a cantar e estudar piano ainda criança, uma curiosidade é que ela ficou entre quatro finalistas no American Idol Tour, onde o programa passou por diversos estados no EUA. Estudou Design no país estrangeiro, com uma bolsa que ganhou por conta de suas boas notas e bom portfólio de arte, em seguida se aprimorou na técnica vocal na Berklee College of Music, em Boston.

Com o álbum “Na Borda” podemos conhecer mais de Manaia, com canções guardadas em seus cadernos e agora mostradas para o mundo. Entrando na casa dos 30 anos, ela é pura composição, tem mais de 300 músicas e explica o dom por ter nascido no Dia Nacional da Poesia, fofa né? Suas influências são Pink, Linkin Park,Coldplay, Amy Winehouse, Pitty, Sandy, Maroon 5, Johnny Mercer, Lady Gaga, Adele, Florence & The Machine, Etta James, entre outros. “Sou bastante eclética nos meus gostos musicais”, diz.

Ela revela que seu novo single será “Vitrine”, um pop dançante que em breve vai ganhar clipe dirigido pela carioca Júlia Drebtchinsky. A música fala sobre depressão, um dos assuntos mais importantes a serem tratados atualmente “Era um dia lindo, eu estava na praia com meus amigos, mas mesmo assim me sentia triste. Como podia, num dia tão maravilhoso, eu ficar naquela sofrência, querendo ir embora, sumir? Eu não entendia, então comecei a escrever: ‘O que falta?’, comecei a questionar o mundo, as pessoas, o vazio, aquele sentimento”.

Manaia foi diagnosticada com a síndrome de Borderline, um transtorno que leva a pessoa a altos e baixos emocionais e forte depressão. Então através da composição e da produção musical ela encontrou seu refúgio e superou o diagnostico “A música é tudo para mim. Aprendi a me reconhecer, a me entender, resolvo qualquer sentimento através dela”, conta.

Sobre algumas letras mais feministas, Manaia diz que quer falar sobre esse assunto da sua forma, mais simplificada.

“No final da canção, eu chamo a pessoa para mostrar quem ela quer ser, sua vitrine”, explica.

O novo single é a primeira música do álbum, em seguida vem “Bem que a Gente”, bem dançante mas sobre um amor não correspondido. Na próxima música, “Laranja”, caminhamos para um ar mais intimista, uma letra sobre amor e saudade, escrita por Manaia e seu irmão Gabriel “Nós dois estávamos sofrendo por amor e começamos a escrever sem muito pretexto e a música foi vindo naturalmente”, lembra ela, que escreveu a música durante uma viagem em família.
Na sequência, a balada rock “Medo”, já lançada como single, exalta o amor em suas diferentes formas de expressão. Entre as mais diversas próximas músicas transpassamos por momentos agitados e envolventes, com letras de emponderamento da cantora, seu gosto por astrologia em “Cobra Cascavel”, “Eu sou de água, mas tenho fogo; Sou multidão no meio de um estouro; Eu sou da lua, ando na rua; Eu sou do mundo mas eu não sou sua”. Continuamos ouvindo o álbum com batidas eletrônicas, “Loch Ness” traz um folk rock, onde ela brinca que é calma, mas se mexer com ela, ela vira o monstro do lago ness. “Maresia” ela aposta em seu alcance vocal e em uma pegada mais alternativa para lembrar de um amor. “Nessa época eu estava escutando muito a Lorde. Fiz para um amor de faculdade, nos EUA. Não queria que a música tivesse um jeito triste, então remeti ao que estava mais perto de mim, resolvi falar do meu mar”, explica. Em seguida, vem também um single “Baby” e finaliza com o título do projeto “Na Borda”, onde chama a atenção para o tema da depressão. “Essa música surgiu quando tive o diagnóstico de personalidade borderline e me senti um fracasso de pessoa. Tentei viver a vida como uma pessoa normal por muito tempo, aquela ideia de ser o que as pessoas querem que eu seja, e acabei deixando de ser eu. Depois dessa música, eu encontrei forças e voei”, conta Manaia.
Sobre próximos projetos, Mania conta que quer lançar mais um álbum em breve, pois o “Na Borda” ela escreveu com 24 anos e agora está com 30. Ela diz que a maturidade aumentou, que não quer mais sofrer e se sentir emoções fortes, quer escrever letras que ajude a enfrentar as emoções.

Já deu para perceber que Manaia é uma artista poderosa não é mesmo? Assim ela parte para conquistar seus sonhos, apresentando para o mundo sua personalidade, força e poesia. Ouça agora suas músicas:

Larissa Ricucci

Larissa Ricucci

21 anos, formada em Rádio, TV e Internet. Apaixonada por viagens, shows e cultura pop. Interessada em levar entretenimento, notícias e novidades aos leitores.
Larissa Ricucci
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos

disclaimer

O PARADA POP é um site de informações, dicas e resenhas sobre o mundo da música e das celebridades. Em parceria com grandes representantes dos fandoms do mundo pop - os fãs sites - construímos um conteúdo dedicado especialmente a você, fã brasileiro. Muitas das imagens que aparecem no site são de fontes externas, o PARADA POP não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que assim seja especificado. Se caso possuir os direitos de alguma imagem e não deseja que ela apareça em nosso site, favor entre em contato e ela será prontamente removida.

Quer enviar uma cartinha ou um presentinho? Entre em contato através do email: contato@paradapop.com

Anuncie aqui!

Acesse nosso midia kit!

Seja um colaborador!

Clique aqui e saiba como!
2016 © PARADAPOP.COM • • • DIREITOS RESERVADOS
Tema por Gabriela Gomes