Música Cinema Teatro Literatura Moda Roteiros

Com a tão consagrada Lily Collins “Emily in Paris” vem para ser muito mais do que uma simples comédia dos altos e baixos da mudança de Emily para o outro lado do mundo.

A série que aterrizou na Netflix na última sexta-feria (02) foi desenvolvida por Darren Star, o criador das séries clássicas “Barrados no Baile”, “Sex and the City” e a mais recente “Younger”. E de início pensei que ela seria uma versão de SATC mais pé no chão e moderna, no entanto a série mudou completamente esse conceito.

Para ser honesta, ela é tudo que você precisa ver para rir e distrair a cabeça, além disso, é ótima para entender alguns conceitos culturais bem como o choque cultural entre pessoas e o quão enriquecedor ele pode ser.

Além disso, ela foi caracterizada por alguns como um entretenimento mais soft e até “bobinho”, mas em tempos como esses, é justamente deste tipo de entretenimento que precisamos diariamente para distrair a cabeça.

Com um olhar geral, “Emily In Paris” acompanha a protagonista título (Lily Collins) que trabalha com mídias sociais, em uma empresa renomada de Chicago. Logo ela se encontra, de repente, em uma situação em que é enviada a Paris, para um trabalho de um ano.

Lá Emily irá viver situações inusitadas, apaixonantes e desairadoras para seu crescimento pessoal/profissional. Além disso, ela precisa se acostumar a novos hábitos, que apesar de estranhos para ela, são extremamente comuns na capital da França.

Crítica | Emily Em Paris
Lily Collins na série Emily In Paris, da Netflix Carole Bethuel/Netflix

Desafios

Logo de cara, a personagem enfrenta seu primeiro desafio ao entender os costumes franceses sem falar francês. Seja em sua moradia ou no novo emprego a série já nos atenta que caso vá a Paris, tenham um frânces mediano para não passar os apuros que Emily vivenciou em suas primeiras horas na cidade luz.

A sorte é que por ser sociável e comunicativa apesar de tantos apuros Emily começa a fazer amizades e criar grandes laços que vão ajudá-la no decorrer da trama.

Por conseguinte, no âmbito profissional a série lembra um pouco “O Diabo Veste Prada” e isso torna tudo muito divertido, principalmente como a personagem sai de seus problemas e cumpre as exigências com excelência.

Romance

Ah, o romance! Aliás, quer graça teria uma série ambientada em Paris sem um romance? Exatamente, nenhuma e por isso Emily traz um bagagem interessante para o roteiro.

A partir do momento em que decide se mudar ela coloca em risco o seu relacionamento atual que não vai mundo bem até certo momento da trama. Ademais, ela vê seu mundo girar ao conhecer um vizinho cozinheiro charmoso, Gabriel, que passa mexer com seu coração.

Mas ela não para por aí, afinal ela arrasa muitos corações masculinos inclusive um que quase a coloca em apuros com sua chefe. Por fim, ela vive intensamente cada momento e de uma forma bem francesa.

Choque Cultural

Outro ponto é sobre o choque cultural e como Emily tenta abordar uma visão americana em suas propostas para negócio mostrando que apesar de diferentes culturas e costumes é possível se adaptar. Um episódio onde ela aborda um tema interessante é o EP 3 “Sexy or Sexist”, mas vou evitar spoilers e deixar vocês na curiosidade.

Vale a pena maratonar?

E no final, a pergunta que insiste em ficar é “mas realmente vale a pena?”, sim, vale muito a pena!

“Emily In Paris” não é uma série inovadora, mas traz seus conceitos de moda, fotografia, trilha sonora e comédia muito bem pensados em sua bagagem. Com episódios curtos de 30 minutos, a série sem dúvidas pode ser a sua melhor maratona do momento.

E você, gostou da série? Deixe nos comentários! Além disso, continue acompanhando as novidades do mundo das séries aqui no Parada Pop.

Confira também: 5 looks perfeitos de Lily Collins em “Emily In Paris”

Vídeos

disclaimer

O PARADA POP é um site de informações, dicas e resenhas sobre o mundo da música e das celebridades. Em parceria com grandes representantes dos fandoms do mundo pop - os fãs sites - construímos um conteúdo dedicado especialmente a você, fã brasileiro. Muitas das imagens que aparecem no site são de fontes externas, o PARADA POP não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que assim seja especificado. Se caso possuir os direitos de alguma imagem e não deseja que ela apareça em nosso site, favor entre em contato e ela será prontamente removida.

Quer enviar uma cartinha ou um presentinho? Entre em contato através do email: contato@paradapop.com

Anuncie aqui!

Acesse nosso midia kit!

Seja um colaborador!

Clique aqui e saiba como!
2016 © PARADAPOP.COM • • • DIREITOS RESERVADOS
Tema por Gabriela Gomes