Música Cinema Teatro Literatura Moda Roteiros

Não há nada que aqueça o coração de uma pessoa dorameira do que novas indicações, não é mesmo? Portanto, a sugestão para vocês é ‘Rookie Historian Goo Hae-ryung’, um dorama que apesar de muito engraçado traz assuntos pertinentes a serem discutidos.

A história se passa na era Joseon na Coréia, que seria os nossos séculos IV-XIX. Portanto, basicamente, é uma história de época. Se pensarmos na realidade que sabemos sobre esses tempos no ocidente vamos lembrar do quaõ difícil era para a mulher ter voz em sociedade, de como as regras eram seguidas a risca e de uma infinidade de problemas sociais. Por conseguinte ‘Rookie Historian Goo Hae-ryung’ também trouxe isso, e é o que faz desse dorama essencial aos nossos olhos.

O conceito Girl Power

Então não estamos falando apenas de mais uma história de época, onde as mulheres sendo submissas, ou até mesmo uma princesa em perigo aguardando seu salvador. Afinal a protagonista Goo Hae-Ryung (Shin Se‑kyung) é a garota que, ao contrário das demais não quer se casar, nem cuidar de filho, seguir os padões etc. Deste modo Goo Hae-Ryung, traz o conceito girl power, em querer tomar suas próprias decisões, sem medo de dar suas opiniões mesmo aos grandes, pois não podemos esquecer que a sociedade era machista e conservadora.

Além disso, o interesse que ela tem em textos científicos e ocidentais, acabam sendo cruciais no decorrer da história. aliás, para aquela época seus atos eram considerados uma heresia.

E como se não bastasse toda esses pontos cruciais, assim que seu irmão consegue um casamento ela convence seu pretendente a desistir do casamento. E pensa que ela sentiu algum tipo de tristeza? Pelo contrário, ela foi fugiu de casa para participar do 1º teste somente para mulheres para se tornar historiadora do palácio. 

Quebra de paradigmas

Ademais, isso era totalmente proibido, pois naquela época as mulheres não eram vistas como capazes de ter cargos importantes. O que não podemos negar que ainda acontece em sociedade de uma forma mais mascarada.

Então já da pra entender por esse comecinho que eles estão querendo quebrar paradigmas e conceitos em dramas históricos. Outro detalhe é que abre espaço para debates como este, que atualmente estão muito em voga na Coreia do Sul.

Outro personagem importantíssimo que vai protagonizar o romance (a parte que não poderia faltar) é o príncipe Dowon! O personagem de Cha Eun-woo é um mistério para todos do povoado, por tal razão ele se torna um autor anônimo que acaba super conhecido em Joseon. Contudo o problema está justamente por ele escrever romances!

Além disso, o prícipe que irá conquistar seu coração tem uma alma sensível, além de ser bastante ingênuo, mas confiante no que acredita. O que contradiz os desejos do rei e dos governantes. Homens daquela época não eram criados para demonstrar sentimentos, muito menos escrever romances.

Exatamente por tal motivo o caos se instala na cidade e no desenrolar dessa história surge o concurso citado acima.

Críticas e mais críticas…

Aliás, algumas críticas as censuras não acabam. Logo de cara temos o momento em que o rei exige ver os registros dos historiadores e eles se opuseram e o epiosódio do encarceramento de Hae-Ryung e os historiadores entraram de greve.

Mas no decorrer vemos que a a crítica ao machismo é constante e necessária, afinal toda trajetória das hisoriadoras é sim muito complicada principalmente em seu inicio. No entanto elas se mantêm firmes, e logo criam intimidade com os historiadores, que com o tempo as aceitam.

O romance

Ah o amor, como não se apaixonar vendo dois personagens com personalidades tão distintas descobrindo seus sentimentos? Dowon e Hae-Ryung tem sua história construída de uma forma tão linda que fica impossível resistir a eles.

Afinal, ele que escrevia sobre o amor e ela que desprezava totalmente o assunto começam a desenvolver um laço forte capaz de quebrar tradições e ultrapassar os muros do palácio.

Mistério

Por fim, não se engane achando que não há mistério, pois além disso, há a busca incasável para o motivo pelo qual o príncipe Dowon viver exilado, passando a maior parte do tempo sozinho.

Aliás, vale lembrar também que tudo isso tem a ver com a relação dele com sua avó, a Rainha Mãe, sendo bem é estranha, mas de um modo bom, É como se ele não entendesse o porquê de sua vó ser tão amavel, carinhosa e paciente apenas com ele.

Outro mistério é quando uma curandeira aparece e tem sua história cruzada a de Hae-Ryung. Então se prepare porque são fortes emoções.

‘Rookie Historian Goo Hae-ryung’ está disponível na Netflix e possui apenas 20 episódios que são incríveis. É ótimo para rir (e muito) e refletir sobre outra cultura, costumes de como eles se importam com a preservação da cultura nacional.Mas também há semelhanças da mesma época na vida no ociente.

Confira também: 3 doramas de fantasia para você se apaixonar

Vídeos

disclaimer

O PARADA POP é um site de informações, dicas e resenhas sobre o mundo da música e das celebridades. Em parceria com grandes representantes dos fandoms do mundo pop - os fãs sites - construímos um conteúdo dedicado especialmente a você, fã brasileiro. Muitas das imagens que aparecem no site são de fontes externas, o PARADA POP não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que assim seja especificado. Se caso possuir os direitos de alguma imagem e não deseja que ela apareça em nosso site, favor entre em contato e ela será prontamente removida.

Quer enviar uma cartinha ou um presentinho? Entre em contato através do email: contato@paradapop.com

Anuncie aqui!

Acesse nosso midia kit!

Seja um colaborador!

Clique aqui e saiba como!
2016 © PARADAPOP.COM • • • DIREITOS RESERVADOS
Tema por Gabriela Gomes